Manuel Bandeira

Gamboa

Bandeira não tem um estilo definido e não se preocupa em ter um. Os seus produtos reflectem sempre a procura de um design coerente, seja do ponto de vista formal, funcional ou construtivo. Não busco um resultado estético. Ele surge de uma equação que envolve o processo construtivo, a sua utilização e a minha fantasia. Como fórmula para suas criações, ele combina simplicidade e praticidade, resultando em formas que expressam sua experiência de vida. As influências confessas de Bandeira são a paixão por barcos à vela e a admiração por Marcel Duchamp e Achille Castiglioni. Com desenhos sedutores, provocantes e refinados, Bandeira atribui novos valores a produtos tradicionais, ou simplesmente nos provoca ao questionar certos hábitos ou maneiras.